jusbrasil.com.br
17 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Confira o quadro nacional da greve pelo PCS

    Na quarta-feira (30), servidores do Distrito Federal e do Piauí paralisaram suas atividades por 24 horas em defesa da aprovação dos PLs 6613/09 e 6697/09. Os servidores da Justiça Federal e da Justiça Eleitoral de Sete Lagoas realizaram paralisação de 1 hora, das 12h às 13 horas.

    Estão em greve por tempo indeterminado 19 estados do Brasil. São eles: Bahia, Mato Grosso, São Paulo, Amazonas, Roraima, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Alagoas, Rondônia, Acre, Goiás, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Paraná. Confira o quadro abaixo, atualizado ontem (quinta-feira, 01/12):

    Greve por tempo indeterminado

    Sindjufe-BA: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 1º de junho. Nesta quarta [30], às 10h, foi realizada assembleia setorial no TRT-Comércio para tratar da resolução que determinou corte de ponto dos servidores e às 13h aconteceu a assembleia geral da categoria, também no TRT-Comércio, que deliberou pela continuidade da greve e pela realização de um ato público, nesta quinta [1/12] para se contrapor ao ato organizado pela OAB/BA contra a greve dos servidores do Judiciário Federal na Bahia. Nesta sexta-feira [02], será realizada a próxima assembleia geral, às 10h, no TRE.

    Sindijufe-MT: Os servidores do Judiciário Federal de Mato Grosso continuam em greve por tempo indeterminado, desde o dia 7 de junho. O movimento atinge as três justiças [Eleitoral, Federal e Trabalhista]. Além da capital, a greve atinge cidades do interior do estado, como: Barra do Garças, Santo Antônio do Leverger, Guaratã, Poconé, Guiratinga, Barra do Bugres, Rondonópolis e Várzea Grande. Nesta quarta [30] o ato público foi na frente do TRE. Nesta sexta-feira [02], haverá assembleia geral, às 15h, no prédio da Justiça Federal.

    Sintrajud-SP: Os servidores da Justiça Federal, do TRF e da Justiça do Trabalho da Barra Funda estão em greve. Na capital, a greve também segue forte no TRF-3ª, no Fórum Pedro Lessa, Execuções Fiscais, Criminal, Previdenciário, Juizado Especial Federal, Administrativo e JT/Barra Funda. No interior, na Justiça Federal: Araraquara, Americana, Bauru, Campinas, Avaré, Guaratinguetá, Guarulhos, Marília, Ourinhos, Piracicaba, Santos, São Carlos, São José dos Campos, São Bernardo, Taubaté, Tupã, Ribeirão Preto e Santo André. Justiça Trabalhista: Barueri, Caieiras, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Praia Grande, Ribeirão Pires, São Bernardo, Suzano, Taboão da Serra, Santos, Cubatão, Guarujá. Nesta quarta-feira [30] foi realizada assembleia estadual da categoria, no Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, quando ficou decidida a manutenção do movimento. A próxima assembleia geral será na próxima quarta-feira [07], às 14h, na Avenida Paulista.

    Sitra-AM/RR: Os servidores da Justiça do Trabalho no Amazonas e em Roraima estão em greve por tempo indeterminado desde o dia 4 de outubro.

    Sintrajufe-MA: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 10 de outubro. Nesta quarta-feira [30], servidores da JF e JT realizaram apagões de 24h, concentrando-se nos prédios. Os servidores do MPU também estão no movimento pelo PL 6697/09.

    Sindjuf-PB: Os servidores do Judiciário Federal da Paraíba iniciaram a greve no dia 13 de outubro. Além da capital, os servidores da JF de Campina Grande também aderiram ao movimento. Em assembleias setoriais realizadas na sede do TRT e nas Varas do Trabalho na capital e no interior, a categoria decidiu manter o efetivo de 30% trabalhando, conforme exigido na Lei de Greve, mas também permanecer firme no movimento. Nesta quarta [30], os servidores do TRE realizaram manifestação, em frente ao prédio do tribunal, cruzando os braços em protesto ao reajuste salarial da categoria. Os servidores se reuniram às 11h para organizar um ato público, com cartazes e faixas, durante o expediente do tribunal. A greve do Judiciário Federal já tem mais de 45 dias de duração e, no TRE-PB, conforme decisão da assembeleia setorial, o ‘apagão’ está sendo realizado um dia por semana, isto é, com a paralisação total das atividades.

    Sintrajufe-RS: Os servidores gaúchos iniciaram a greve por tempo indeterminado no dia 17 de outubro. O movimento atinge a capital e várias cidades do interior. Em assembleia de base realizada na tarde desta quarta-feira [30], os servidores da Justiça Eleitoral reforçaram a disposição de manter a mobilização da categoria e fortalecer a greve iniciada há mais de um mês. Nesta quinta-feira [01], foi realizada assembleia geral da categoria, que aprovou continuidade do movimento.

    Sintrajuf-PE: Em Pernambuco, os servidores da JE seguem com a greve pela aprovação do PCS. Nesta quinta-feira, 1/12, servidores do TRF, da Justiça do Trabalho e da Justiça Federal promoveram uma paralisação de 24 horas pela aprovação do PL 6613/09. No TRE o objetivo é intensificar a greve por tempo indeterminado.

    Sisejufe-RJ: Os servidores do estado do Rio de Janeiro entraram em greve por tempo indeterminado no dia 19 de outubro. A adesão à greve é significativa nas centrais da Seção Judiciária, especialmente na Seção de Mandados da Avenida Rio Branco. Na Seção de Controle de Mandados da Justiça Federal de São João de Meriti a adesão dos Oficiais de Justiça ao movimento grevista chegou a 100% dos servidores. Nesta quarta-feira [30], servidores do Judiciário Federal do Rio de Janeiro fizeram ato público pela aprovação do PL 6613/99, na Candelária, com a presença de mais de 150 servidores.

    Sindjufe-MS: Os servidores do Judiciário Federal e do MPU no Mato Grosso do Sul deflagraram a greve por tempo indeterminado no dia 20 de outubro. Nesta quinta-feira [01], a categoria realizou o ato público de greve em frente ao prédio da Seção Judiciária da Justiça Federal de Mato Grosso do Sul. O ato teve início às 10 horas, seguido de assembleia geral extraordinária às 14 horas. Também foi promovida assembleia geral. Nesta sexta [02], a concentração da greve será novamente na Justiça Federal a partir das 10h, seguida de assembleia geral.

    Sindjus-AL: Os servidores de Alagoas entraram em greve por tempo indeterminado no dia 25 de outubro. Nesta quarta [30] os servidores realizaram um ‘apitaço’ no prédio das Varas Trabalhistas. A categoria também vem realizando interdições parciais da Avenida da Paz para dialogar com a população sobre os motivos da greve e faz panfletagem no local. Nesta quita-feira [01], foi promovido panelaço na “Semana da Indignação” contra o corte de ponto, com concentração no prédio das Varas Trabalhistas. De lá, os grevistas saíram em passeata até à sede do TRT para acompanhar uma reunião com a presidente do tribunal.

    Sinsjustra-RO/AC: Os servidores da Justiça do Trabalho de Rondônia e do Acre aderiram à greve no dia 26 de outubro.

    Sitraemg-MG: Os servidores de Minas Gerais estão em greve desde o dia 31 de outubro. No interior, a greve atinge a Divinópolis, Araxá, Juiz de Fora, Uberlândia, Uberaba, Formiga, Montes Claros, João Monlevade, São Sebastião do Paraíso e Governador Valadares. Nessa quarta-feira [30], houve ato público em frente ao prédio da JF. Os servidores da Justiça do Trabalho em Belo Horizonte, convictos de que só com pressão haverá aprovação do PCS, estão engrossando o movimento paredista, com a adesão de várias VTs. Agora são os servidores da Justiça Eleitoral que estão sendo convocados a engrossarem a greve. Servidores da JT e da JF em Uberlândia realizaram nesta quinta-feira [1º/12] ato público pela aprovação do PCS. Em Uberaba, os grevistas fazem nesta sexta [2] um ato púbico, às 11 horas, em frente ao Hemocentro da cidade.

    Sinpojufes-ES: Em greve por tempo indeterminado desde o dia 7 de novembro.

    Sinjufego-GO: Os servidores do Judiciário Federal em Goiás estão em greve desde o dia 7 de novembro. Na tarde dessa quarta-feira [30], o Sinjufego promoveu Ato Unificado pelo PCS na entrada principal do TRT com um chamamento aos colegas da Justiça Trabalhista para adesão à greve.

    Sintrajurn-RN: Os servidores do Judiciário Federal do Rio Grande do Norte estão desde o dia 9 de novembro. Na manhã desta quarta-feira [30] aconteceu mais um ato unificado da categoria no estado em defesa da aprovação do PCS. O ato foi em frente à sede do TRT da 21ª Região. No dia 5 de dezembro, próxima segunda-feira, será realizada assembleia geral, às 19h, na sede do sindicato.

    Sinjuspar-PR: Os servidores da Justiça Federal e da Justiça Eleitoral do Paraná entraram em greve por tempo indeterminado no dia 24 de novembro.

    Paralisações e assembleias

    Sintrajufe-CE: Nesta quarta [30] os servidores do TRE-CE seguiram em caminhada para a sede da JF. Às 13h, os servidores da JF e do TRE foram juntos em passeata até o Fórum Autram Nunes, sede da 1ª instância da Justiça do Trabalho, localizada no centro de Fortaleza. A categoria continua realizando apagões todas as quartas-feiras.

    Sindiquinze-SP: Na quarta-feira da próxima semana [07] será realizada uma rodada de assembleias nas subsedes para debater as atividades de mobilização pela conquista do reajuste salarial e contra o corte das Funções Comissionadas 2 na 15ª Região.

    Sintrajufe-PI: Nesta quarta-feira [30] os servidores paralisaram as atividades por 24 horas, concentrando-se no Fórum Trabalhista. No dia 7, a mobilização acontecerá na Justiça federal, às 9 horas da manhã, junto com um debate.

    Sindjus-DF: Os servidores do Judiciário Federal no DF paralisaram suas atividades por 24 horas nesta quarta-feira [30]. Nesta sexta-feira [2], às 15 horas, o Sindjus-DF promoverá reunião do Conselho de Delegados Sindicais de Base para avaliar a paralisação de 24 horas realizada nesta quarta-feira e os trabalhos de pressão na Câmara e no STF.

    Sintrajusc-SC: Nesta quinta-feira [01], houve assembleia, na rampa do TRT, para debater a participação da categoria na luta em defesa do PCS.

    Compartilhar/Favoritos

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)